Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Few days on land

Um retrato do dia-a-dia de uma jovem de viagens quase sempre musicais e nem sempre coloridas.

O novíssimo "Wild Love" de James Bay

James Bay, "o príncipe dos acústicos", deixou o chapéu, cortou o cabelo e trouxe arrojo ao novo tema "Wild Love". Não se preocupem porque a guitarra e o talento não faltaram à sessão. Bem... Sei que os fãs andam muito preocupados com o estilo, eu acho que é para acompanhar uma nova irreverência que o músico sentiu necessidade de experimentar. E como eu o apelido de "príncipe dos acústicos" porque tudo o que ele canta fica fantástico em acústico, acredito que ao vivo ficará bem mais agradável. Mas não desgosto da canção. E é "wild love, the kind that never slows down" como diz a letra!

 

 

James Blake não deixa 2017 acabar sem fazer das suas

Se estão a pensar "bonito, bonito são as canções do Tozé Brito" eu respondo-vos: cá para mim bonito é o James Blake não terminar 2017 sem fazer mais uma cover divinal. E aqui está "Vincent", de Don McLean, pela interpretação, pela voz e pelo sentimento do magnífico e expressivo James Blake. Ao vivo! Ele pode até decidir cantar o Aleluia inspirado pela Missa do Galo que eu vou achar que é fora do comum, de outro mundo e tudo mais. Porque é.