Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Few days on land

Um retrato do dia-a-dia de uma jovem de viagens quase sempre musicais e nem sempre coloridas.

Concerto surpreendente versus concerto decepcionante

Como já devem ter percebido, sou fã de praticamente todos os géneros musicais. Da música clássica ao rock, do jazz ao hip-hop, da pop à electrónica... Enfim, depende do estado de espírito mas gosto de tudo um pouco, embora o indie esteja destacado de todos os outros géneros nos meus gostos. Como ouvinte conheci centenas de bandas e posso dizer que embora tenha duas favoritas (quanto a uma delas é óbvio de quem falo!) tenho uma lista enorme de bandas que gosto de ver/ouvir quer seja em CD, quer seja ao vivo. Por isso é frequente a minha visita a vários concertos e festivais a cada ano que passa. Mas, como em tudo na vida, não há só bons concertos. Há bandas que não deixam de ter um trabalho perfeito e músicas excelentes, mas simplesmente não me surpreenderam ou não funcionam tão bem no concerto ao vivo. Pelo contrário, há bandas das quais eu já esperava um espectáculo bom, tendo em conta os CD's lançados mas, ao vivo, mostraram ter muito mais qualidade.

 

Concerto surpreendente: M83

Os M83 são uma banda de música electrónica criada por Anthony Gonzalez e Nicolas Fromageau em 2001. Depois de lançarem seis álbuns, o último dos quais em 2011, vieram a Portugal ao Optimus Primavera Sound em 2012 (antes tinham tocado no Hard Club, no Porto e no Lux, em Lisboa) e eu não podia perder a oportunidade de os ver, na primeira fila. Estava à espera de um bom concerto, com boa vibe e com sons muito dançáveis. Mas acabei por assistir a um magnífico concerto, com muito mais energia do que o esperado e com os elementos da banda muito entusiasmados (destaco o baixista, Justin Meldal-Johnsen, que dançava de uma forma muito original!). Deixaram-me sem palavras para descrever aquela maravilha! Em Portugal diz-se que se uma pessoa contar, ninguém acredita. Então, aqui ficam os dois melhores momentos para que vocês vejam e revejam:

 

Concerto decepcionante: The National

Os The National são uma banda americana de indie rock com dois EP's e cinco álbuns lançados. High Violet foi o último álbum lançado, em 2010, e em 2011, os The National vieram ao Campo Pequeno, em Lisboa, para um concerto brilhante, esperava eu. Identifico-me com as letras e com as melodias calmas mas com tanto significado. Embora considerados uma "banda de culto", não fiquei muito feliz com o concerto. Fiquei com a ideia de estar a ouvir o CD em muitos momentos e não gostei disso. Desiludiram-me, portanto, quando podiam ter surpreendido porque o som deles é muito cool e, talvez por isso, esperava mais. Aqui fica um dos momentos do concerto, uma das músicas que mais gosto desta banda: