Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Few days on land

Um retrato do dia-a-dia de uma jovem de viagens quase sempre musicais e nem sempre coloridas.

30 days music challenge: A song by a band you wish were still together.

Foi com imensa pena que soube que os Da Weasel tinham deixado de ser uma banda. Mesmo que alguns membros tenham criado outros projectos, nenhum deles teve tanta importância, para mim, como os Da Weasel. Na minha opinião, são, ainda hoje, uma das bandas portuguesas de excelência. Não é uma banda "em actividade" mas não sei se assim se manterá por muito mais tempo. Era bom que começassem já a pensar num reencontro com direito a um grande concerto. Tive a oportunidade de os ver ao vivo e é por isso que espero que voltem a ser uma banda, para voltarmos a ouvir as músicas que não deixaram de ser grandes sucessos e que não são esquecidas pelas rádios portuguesas (obrigado!) mas também para criarem outros êxitos. Deixo-vos o vídeo da música «Casa (Vem Fazer De Conta)», com a participação especial de Manuel Cruz (Ornatos Violeta) - que é também um excelente músico.

 

Estas palavras que me prendem #9

 

Segundo um minuto

 

 

Arrancaste-me as possibilidades.

Por ti, errei no caminho certo

Perdendo-me pelo caminho errado.

A tua verdade não foi além

Da mentira em que me vi

Já sozinha, abandonada.

Dormir era, agora, pensar

E pensar não era mais do que olhar,

Procurar no escuro e ver nada,

Para além de ti.

Esse nada que era, afinal, tudo

Na minha vida mal arejada, desarrumada.

Sem sentido ou destino

Dei por mim a correr.

Corria sem parar, sem abrandar, sem respirar.

Tudo o que fiz no segundo em que te vi.

 

 

                             Joana Pires

30 days music challenge: A song that you think everybody should listen to

Esta é a música que todos deviam ouvir, principalmente num dia de chuva como este, num dia mais triste, naquele dia em que acham que nada vos fará sorrir. Os Chairlift criaram «Amanaemonesia» para vos contrariar. O vídeo é excelente e garanto-vos, ninguém dança como Caroline Polachek. Tive a sorte de ver o concerto dos Chairlift no Optimus Primavera Sound (2012), na primeira fila, claro! E a energia desta vocalista é impressionante. Até os festivaleiros que não conheciam a banda e as suas músicas estavam a saltar de alegria e a dançar sem parar cinco minutos depois do início do concerto. Impressionante é a palavra. Destaco a dançarina que Caroline é, sem me esquecer de dizer que ela tem uma voz que, em concerto, é igual à que se ouve em CD e, se ouvirem a música, vão perceber porque era difícil imaginar que o conseguisse.

 

 

Pág. 6/6