Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Few days on land

Um retrato do dia-a-dia de uma jovem de viagens quase sempre musicais e nem sempre coloridas.

Mudanças

Ao longo deste semana vou fazer algumas alterações aqui pelo Few days on land. Se houver alguma sugestão desse lado, é só comentarem este post! Todas as opiniões são bem-vindas.

Obrigado a todos pela vossa visita ao blog :)

Aproveitem o que resta deste Domingo de sol (pelo menos Lisboa teve essa sorte!) ao som de BANKS, uma boa surpresa para mim... Só tem músicas lindas. Boa semana para todos!

 

Um dia na Casa Fernando Pessoa

Passei um dia magnífico naquela que, no passado, foi a casa de um dos melhores poetas portugueses (uma das casas porque Fernando Pessoa teve várias). Tem uma biblioteca muito sossegada e que possui um património de grande valor (os livros antigos são verdadeiros "achados"). A casa em si é lindíssima, mesmo ao estilo de Pessoa. Um lugar onde se respira alegria, um lugar recheado de poesia, uma casa repleta de recordações. É como se Fernando Pessoa nunca tivesse deixado de estar por este Mundo. Adorei!

A Margarida sabe desenhar, 'Yo'?!

Ontem, estava eu muito descansada na universidade quando, de repente, me apercebo que uma colega estava a desenhar. Comecei a acompanhar o processo e fiquei surpreendida com o resultado. É um desenho de uma afia-lápis, eu sei, mas o que eu não sabia é que ela conseguia desenhar algo tão perfeito em tão pouco tempo. Que ela é uma comunicadora nata isso já não é novidade para mim, mas gostei muito de conhecer mais um dos seus talentos, esta vertente artística. Sou só eu que acho que a Margarida desenha bem? :) 

Mural #7

Logo que cheguei à Casa Fernando Pessoa identifiquei-me com a sua envolvência. Este poema resulta de variantes feitas a partir de uma Ode de Ricardo Reis. Tal como esta, outras variantes podem ser lidas em várias paredes da casa. Fiquei encantada!

'Caraca', o Ronaldo "hat-trickou" Portugal para o Mundial!

Não tinha muitas esperanças na ida da Selecção Nacional ao Campeonato do Mundo do Brasil, em 2014. Mas, tal como aconteceu no passado (já é tradição garantirmos um lugar entre os melhores através dos play-off), os "nossos miúdos" surpreenderam-me. Sofremos até ao último minuto, como é tão característico entre nós, sem deixarmos de conseguir provar porque merecemos um luger entre os melhores do Mundo. Ficou provado que, como país, como povo, temos uma capacidade de resistência e luta acima da média. Há sempre jogadores que se destacam, não é segredo para ninguém. E, embora o Fábio Coentrão continue a surpreender-me com as suas exibições, tenho de destacar o jogador que nos salva tantas vezes. É inevitável. 

Eu sei que a selecção não é só o Cristiano Ronaldo. Aliás, eu abomino a teoria de que este senhor nos deve algo por ser o magnífico jogador que é. E por dever algo entenda-se: se estivermos empatados ou a perder e o CR7 não marcar já é um "bocado menos" o melhor do Mundo, mesmo que nunca deixe  de ser - nem isso poderia passar pela cabeça de alguém - o melhor jogador de futebol do Mundo. Como é óbvio, existem várias diferenças entre jogar no Real de Madrid e jogar na Selecção Portuguesa e, para além disso, os jogadores não podem estar a 100% em todos os jogos. Mas como já disseram muitas vezes, o Cristiano Ronaldo é "de outro planeta", é "uma máquina", resumindo é o melhor. Ele calou o senhor Blatter, e destruiu latas de Pepsi, tudo isto com uma categoria que não é para todos. Sim, este senhor, o CR7, responde sempre à altura, através do seu trabalho, com golos e performances que abafam qualquer crítica que lhe seja lançada. Sinceramente, não sei como é que ainda há quem precise de votar para a atribuição da Bola de Ouro. Ainda há dúvidas? É um prémio mais do que merecido e que Cristiano Ronaldo já tratou de justificar.     

Não sei se já existiu, no futebol português, um jogador que nos tenha "oferecido" tantas fases finais de competições europeias e mundiais como Cristiano Ronaldo mas acho que devemos agradecer-lhe. Da minha parte, muito obrigado CR7.

 

 

Ronaldo, sei que às vezes exigimos demasiado de ti mas acredita que essa exigência é proporcional ao orgulho que temos pelo jogador que és. É uma alegria enorme poder dizer, sem duvidar, que o melhor jogador do Mundo é português!

 

À Selecção Nacional: obrigado pela felicidade que, através destas vitórias, dão aos portugueses. As pessoas unem-se e, mais importante, voltam a acreditar em Portugal. Vocês têm tanto poder que acredito que podiam ser campeões no Brasil e, ao regressar a Portugal, mandar a Troika e os políticos para outro planeta. Boa sorte e orgulhem-nos ainda mais em terras que, um dia, já nos pertenceram. Vou estar atenta ;)   

 

 

 

Os melhores vídeos a surgir depois da vitória :)

 

 
O entusiasmo com que este jornalista espanhol fala sobre Cristiano Ronaldo é impressionante. Concordo totalmente!   
 
 
Duas Notas
 
Nota 1: Responsáveis da Pepsi, podem pedir desculpa 50 vezes. Não adianta. Falando em números nós, portugueses, somos poucos, somos pobres e temos um país pequeno mas, como povo, temos a força e a criatividade que faltou à vossa publicidade!
 
Nota 2: Senhor Blatter, entregue os prémios que quiser ao Messi por ele ser um bom menino mas deixe-me lembrá-lo que o senhor dirige uma Federação Internacional de FUTEBOL! Se quer continuar a premiar os meninos com melhor comportamento quem sabe mudar de instituição não resolve o assunto? Posso sugerir-lhe a direcção de uma escola?
No entanto, não deixe de pedir desculpas em todas as intervenções que faz porque isso só lhe fica bem "internacionalmente" e o Ronaldo merece.  

Pág. 1/3