Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Few days on land

Um retrato do dia-a-dia de uma jovem de viagens quase sempre musicais e nem sempre coloridas.

E a seguir? #5

Se hoje é dia de partilhar com os leitores deste blog um outro blog pelo qual devem passar? É sim senhor! E por ser esse dia, hoje, decidi partilhar com todos os leitores do Few days on land um dos meus blogs favoritos e um dos primeiros que segui quando cheguei à Blogosfera - acho até que foi mesmo o primeiro, mas para não mentir... Apresento-vos, então, o Daydreams by K., escrito pela Kika. Não é um blog afecto a apenas um assunto e é principalmente por isso que figura entre os melhores blogs do Sapo, na minha opinião. Aposto na diversidade e se também são assim vão adorar o Daydreams! Podemos ler sobre decoração, moda, viagens, culinária, DIY, entre outros temas. Gosto imenso de ler as publicações intituladas "Yes Weekend" (deixo aqui um exemplo). Visitem e não se vão arrepender!  

Nome de Código: Jungle

Não fiz planos para uma viagem à selva e definitivamente não estou aqui para falar do filme sobre o Jorge, que ao que parece é dono, rei e senhor da mesma, a dita selva. Mas foi preciso viajar musicalmente até Londres para conhecer os Jungle. É possível que não conheçam a banda - é até muito provável - e isso em quase nada está relacionado com falta de cultura musical da vossa parte.

 

"We’re not trying to hide who we are,

we just want to be known for

the music and what we create visually".

Tom McFarland

 

 

Eu sei que disseram que o Enzo não sai do Benfica mas...

... sou só eu que estou a seguir ATENTAMENTE o fecho de mercado de transferências, porque dizer que actualizo as páginas dos jornais desportivos nacionais a cada minuto que passa pode parecer um exagero? É que se eu digo que este senhor não pode sair do Benfica, ele não pode sair e ponto final. Se me dissessem que este anúncio de permanência do Enzo foi proferido por Jesus, eu acreditava. Agora agentes/empresários de futebol... Quem não os conhece que os compre (talvez seja por isso que ninguém dá milhões por eles...)!

Pág. 4/4