Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Few days on land

Um retrato do dia-a-dia de uma jovem de viagens quase sempre musicais e nem sempre coloridas.

Eis o blog que me desgraça a vida...

casal mistério

 

casalmisterio.jpg

                                            

Se é bom? É magnífico! Por isso é que desgraça a vida de todos os que tentam manter uma dieta saudável, equilibrada, aquelas coisas todas. Sim, na verdade é isso... Este blog desequilibra qualquer um! Há receitas saudáveis, é certo. Mas depois há as receitas boas, aquelas que são como as gajas [segundo Ricardo Araújo Pereira] MESMO BOAS. Ninguém fica indiferente. Sigam-no e comprovem! 

Perda

A propósito da perda e do desaparecimento de quem mais amamos, diz Miguel Esteves Cardoso:

 

"A maneira de reagir à saudade e à tristeza é ter um coração bom e uma cabeça viva. A saudade e a tristeza não são doenças, ou lapsos, ou intervalos, como se diz nos países do Norte. São verdades, condições, coisas do dia a dia, parecidas com apertar os atacadores dos sapatos. É banalizando-as que as acompanhamos. Um sofrimento não anula outro. Mas acompanha-o. Para isto é preciso inteligência e bondade. Aquilo que resta são as pequenas alegrias. No contexto de tamanha tristeza e tanta verdade tornam-se grandes, por serem as únicas que há. Não falo nas alegrias que passam, como passam quase todas as paixões. Falo das alegrias que se tornam rotinas, com que se conta: comprar revistas, jantar ao balcão, dormir junto do mar, dizer disparates, beber de mais, rir. Coisas assim. São essas coisas — entre as quais o amor — que não se podem deitar fora sem, pelo menos, morrer primeiro".

 

 

E a acompanhar esta reflexão tão sentida, uma música:

 

...

I will always love you 

 

IMG_1704.JPG

 

Perder duas melhores amigas em menos de 6 meses é desastroso, o momento mais triste de que tenho memória. Ainda para mais para a mesma doença... Espero que possas encontrar a tua grande amiga Tátá, minha linda Boli Boli. Espero que corram lado a lado os maiores prados verdejantes desse lindo céu, como tanto gostavam de fazer por cá. Corram e brinquem, livremente, inseparáveis e também vocês as melhores amigas uma da outra, para sempre. Nunca vos esqueceremos pequeninas. Até sempre.  

Versatilidade

Um artista tem de ser versátil. Se não o é, também não é artista... Isso é certo! E o Carlão é um daqueles artistas que a cada passo dá mais provas de ser versátil e de conseguir adaptar-se a vários estilos porque afinal o que ele quer mesmo é criar música. Personalidade de artista, digo eu. Talento, é o que está à vista. 

 

Para além disso, nunca desilude. Gosto das letras muito bem conseguidas e da voz inconfundível, que nem canta, nem recita, está ali num "meio termo musical" que considero bastante interessante. Ainda assim, não gosto muito do vídeo (mas presumo que não seja da inteira responsabilidade do artista).

 

O disco, "Quarenta", chega em Março e o 1.º single é este "Os Tais":

 

 

Pág. 5/5