Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Few days on land

Um retrato do dia-a-dia de uma jovem de viagens quase sempre musicais e nem sempre coloridas.

Aleatoriedades da História no presente

 REIGN

Reign é uma nova série, que estreou na semana passada como uma das novas esperanças do canal The CW para a Fall Season. A série conta a história de Mary Stuart, Rainha da Escócia, que por ter casamento marcado com o Príncipe Francis da França desde os seus seis anos, retorna ao país do futuro marido (agora com 15 anos) depois de ter sofrido uma tentativa de assassinato quando estava escondida num mosteiro para sua protecção. Agora, acompanhada das suas melhores amigas, tem de arranjar uma maneira de sobreviver aos esquemas, traições e inimigos que tentarão afastá-la do seu "destino".

Já tinha assistido ao resumo do primeiro episódio e pareceu-me uma boa aposta mas depois de assistir ao episódio completo posso confirmar que, embora as audiências não sejam as melhores, espero que o canal The CW permita que a série se desenvolva mais um pouco. No entanto, não é uma série aconselhável para quem procura ver a História representada tal e qual aconteceu uma vez que há personagens que foram adicionadas para criar um enredo diferente e que não existiram na realidade (como é o caso o meio irmão de Francis, Bash, personagem criado para fazer parte do triângulo amoroso da série).Para além disso, a história revela um mistério sobrenatural que desperta o interesse dos espectadores.

É um teen drama ou pelo menos foi essa a ideia que o primeiro episódio deixou aos espectadores. Mesmo assim, merece destaque pelo guarda-roupa (quem não gosta das roupas e dos acessórios de época que normalmente aparecem nestas séries?) e pela música que, destoando também altura que se pretende retratar, é actual (podemos ouvir Mumford and Sons ou The Lumineers, por exemplo). Destaco também o magnífico cenário com um castelo lindíssimo. Aqui está o vídeo promocional da série:

 

 

 

ROMEU  E  JULIETA

Romeu e Julieta é uma tragédia romântica rara. E é rara por ser difícil nos cansarmos dela, mesmo quando já conhecemos todos os pormenores da história. A obra original, que nos conta a história de um amor entre dois jovens que pertencem a famílias rivais, foi escrita por William Shakespeare em 1597 e já teve várias adaptações tanto em cinema como em teatro. E as adaptações a partir de um dos maiores Clássicos da Literatura Mundial continuam a surgir. Em 2013, Romeu e Julieta foi, mais uma vez, adaptado ao cinema mas agora com Hailee Steinfeld e Douglas Booth nos principais papéis.
O filme já está nos cinemas um pouco por todo o Mundo, mas a estreia em Portugal só acontece na próxima quinta-feira, dia 24. Sinceramente, espero que o objectivo desta adaptação cinematográfica não seja superar o anterior em termos de desempenho dos actores principais. Uma coisa é certa: se esse foi o objectivo traçado, possivelmente será um objectivo falhado pois é praticamente impossível que Booth consiga superar Leonardo Dicaprio.
Pelo trailer que vi, este filme parece-me ter uma abordagem mais histórica do que o de 1996, o que me agrada. Outro ponto a favor é o facto de este ter a adaptação do criador de Downton Abbey, Julian Fellowes. Talvez não seja preciso dizer mas reforço a ideia de que é óbvio que podemos esperar cenas interessantes, dramáticas e emotivas neste filme. O ponto a favor número três tem um nome: Ed Westwick, que  interpretou Chuck Bass na série Gossip Girl e que deixou saudades no "mundo" das séries.
Há, porém, um ponto negativo na personagem que ele interpreta - Tybalt Capuleto, o primo de Julieta. Se estão a par dos acontecimentos, Tybalt é morto por Romeu, depois de matar o seu melhor amigo, Mercutio. É minha opinião que Ed Westwick merecia o papel de Romeu neste filme embora perceba que precisassem de um actor com um ar mais angelical para o papel (o facto de Tybalt morrer sendo interpretado por Westwick é que não é justo!). Aqui está o trailer de Romeu e Julieta:

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.