Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Few days on land

Um retrato do dia-a-dia de uma jovem de viagens quase sempre musicais e nem sempre coloridas.

30 days music challenge: A song that you think everybody should listen to

Esta é a música que todos deviam ouvir, principalmente num dia de chuva como este, num dia mais triste, naquele dia em que acham que nada vos fará sorrir. Os Chairlift criaram «Amanaemonesia» para vos contrariar. O vídeo é excelente e garanto-vos, ninguém dança como Caroline Polachek. Tive a sorte de ver o concerto dos Chairlift no Optimus Primavera Sound (2012), na primeira fila, claro! E a energia desta vocalista é impressionante. Até os festivaleiros que não conheciam a banda e as suas músicas estavam a saltar de alegria e a dançar sem parar cinco minutos depois do início do concerto. Impressionante é a palavra. Destaco a dançarina que Caroline é, sem me esquecer de dizer que ela tem uma voz que, em concerto, é igual à que se ouve em CD e, se ouvirem a música, vão perceber porque era difícil imaginar que o conseguisse.

 

 

30 days music challenge: A song that you used to love, but you’re tired of

Sinceramente... Gostei muito quando Gotye apresentou "Somebody That I Used To Know" (feat Kimbra) mas agora... Não consigo sequer ouvir os primeiros dois segundos da música. Acho que a culpa acabou por ser das rádios portuguesas e do número de vezes que a canção foi "passada". Era engraçada, era diferente mas agora é só mais uma música no Mundo (e, por incrível que pareça, ainda é um hit em algumas rádios!).

 

30 days music challenge: A favourite song with a person’s name in the title

A música de hoje é não só uma canção com uma letra que gira em volta do nome de alguém como é também nome de pedra preciosa: "Ruby", dos Foster The People (mais uma das minhas bandas favoritas). O vocalista, Mark Foster, canta este tema como se fosse uma canção de embalar. Dá para perceber que ele é um bom contador de histórias, cantando uma letra muito querida, pormenorizada, que podia ser a história de qualquer menina cujos sentimentos oscilam entre a felicidade, a incerteza, a tristeza... Mark Foster podia gritar muitas vezes ao longo da canção, a letra ajudava. No entanto, prefere cantar como se estivesse a sussurrar cada palavra ao ouvido de alguém.  

 

 

30 days music challenge: A song that has many meanings to you

Esta música não tem vários significados para mim. Esta música junta todos os significados possíveis (e até alguns impossíveis) para mim. É o meu tudo. É um tema de outro mundo, de outra dimensão, com uma letra que tem sentido do início ao fim. Consegue manter a nossa alegria nos momentos em que estamos mais felizes mas também serve para nos ajudar nos momentos mais difícieis e, se procurarem com atenção, esta letra pode dar-vos respostas sobre várias áreas da vossa vida, embora seja uma canção que supostamente fala de uma relação. Acho que não existe uma forma literal para ligar a letra, a música e os episódios da vida. Lá está... É tudo.      

 

30 days music challenge: A song that makes you think about life

A pergunta que se impõe é... Há alguma música que não nos faça pensar em algo (esse algo estará relacionado com a nossa vida de alguma forma)? Bem... esta, mesmo parecendo fácil dada a introdução que escrevi, foi um escolha difícil. "Elephant Gun", dos Beirut, é como um hino para mim. Dá-nos calma, dá-nos confiança, dá-nos alegria, dá-nos liberdade... Não podemos pedir mais nada. Ouço esta música desde que foi lançada e nunca se tornou insuportável, pelo contrário, gosto cada vez mais dela. Para além disso, o vídeo está repleto de dança contemporânea e... É tudo lindo.   

 

30 days music challenge: A song from the year that you were born

Nasci em 1989. E, ao deparar-me com o desafio de hoje, não foi difícil encontrar a música que mais gosto desse ano. E ela é... "Wicked Game", de Chris Isaak. É uma música um pouco melancólica, que vai de encontro aos corações mais românticos deste mundo, mas gosto muito dela. É, sem dúvida, uma das minhas favoritas dos anos 80.