Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Few days on land

Um retrato do dia-a-dia de uma jovem de viagens quase sempre musicais e nem sempre coloridas.

Aquela bela tarde de domingo

Cansada de estudar (o pouco que tenho conseguido nos últimos tempos) decidi fazer um intervalo. Uma das minhas amigas da faculdade convidou-me para ir conhecer um sítio anteriormente aprovado por ela e que, perante a diversificada oferta gastronómica, nos prometia um bom lanche. Claro que se falam num sítio diferente, com boa gastronomia e com as melhores companhias, ninguém diz que não! Assim foi. Fomos lanchar com a nossa amiga de terras descobertas por Pedro Álvares Cabral ao Mercado de Campo de Ourique e desde logo ficamos encantadas com o local bonito, tranquilo e acolhedor que encontramos.

Ainda maravilhadas com aquele espaço tão diferente, corremos à procura do dito lanche. Como não levamos a calculadora para contar as calorias do que estávamos prestes a degustar, atiramo-nos a um crepe da gelataria "Gelati di Chef". A seguir escolhemos uma mesa bem distante, pensamos nós, do aparato que se fazia um pouco por todo o lado naquele mercado. Obviamente não sabíamos o que ia passar a seguir. Um senhor estava a colocar umas fitas ao estilo das fitas de polícia (aquelas 'do not cross' dos filmes, estão a ver?). Em segredo falei com os meus botões e pensei "Bem... Já alguém andou aqui a estragar alguma coisa mesmo à beira da mesa onde nos viemos sentar. Bom trabalho!". De repente, vejo um grupo de músicos e pensei "Então mas aqui também há música?". Houve. E não foi uma música qualquer. Foi daquela música boa... Um pouco de blues, um pouco de jazz, um 'nadinha' de experimental. Blue&Swing Trio foi o grupo que se apresentou. Acontece que as fitas serviam para estabelecer a área destinada aos músicos, ou seja, vimos um concerto em primeira fila. Um concerto pelo qual não pagamos mas que tornou a nossa tarde muito melhor. Privilégios que significam imenso para nós. O final de tarde foi excelente, o crepe estava divinal, a música só ajudou a criar o ambiente perfeito para uma conversa muito divertida. O Mercado de Campo de Ourique é um local para regressar. Sem dúvida. E rápido!

 

Os crepes:

Sim, é possível (talvez seja melhor empregar as palavras muito provável) que tenhamos perdido a cabeça para ingerir tantas calorias com um só lanche mas... Com a correira da semana lá vão elas - ou pelo menos assim o esperamos! Não parecemos muito preocupadas com isso pelo simples facto de que não estamos preocupadas de todo! :)

 

E o Blue&Swing Trio:

(Imagem retirada do Facebook do Mercado de Campo de Ourique uma vez que não conseguimos uma fotografia de todos os elementos)