Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Few days on land

Um retrato do dia-a-dia de uma jovem de viagens quase sempre musicais e nem sempre coloridas.

Diário de um Mestrado #6

É importante perceber quando precisamos parar, quando o esforço que fazemos já não está a resultar e quando não temos força para contiunuar com o mesmo empenho, seja por um dia, por uma semana ou por meses. Ontem, por exemplo, senti-me mal o dia todo. Anda tudo com gripes/constipações à minha volta e acho que vou pelo mesmo caminho... Para além disso, estava cansada, pela combinação de muito trabalho e da preocupação com os prazos da dissertação a aumentar. Não há tempo para tudo, é certo. E normalmente escolhe-se resolver as questões de trabalho que são mais imediatas. Escolhi não só resolver as questões de trabalho, como descansar. Os meus horários são meio loucos, mas os prazos estão aí para cumprir. Ninguém dá conta do recado sem estabilidade e ontem precisei de ir encontrar a serenidade para voltar em força hoje. Vai ser mais um dia cheio de "coisas", mas vamos a isso!

 

 

Conclusão:  

É possível fazer tudo ao mesmo tempo? É. Mas é mais importante saber quando não insistir, quando desistir para voltar mais forte, quando parar para recuperar forças.

4 comentários

Comentar post