Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Few days on land

Um retrato do dia-a-dia de uma jovem de viagens quase sempre musicais e nem sempre coloridas.

Posso ir entregar três Óscares?

É assim... Gostava de ir até Hollywood apenas para entregar três prémios que não tenho a certeza se serão entregues pela Academia de Cinema dos Estados Unidos. Algo que me deixa chateada, incomodada e até irritada.

 

Em primeiro lugar o Óscar de Melhor Banda Sonora Original.

No momento em que ouvi a banda sonora do filme "Her", de Spike Jonze, tive a certeza que este filme merecia o Óscar. Para além de ser uma composição de Will Butler Owen Pallett, é interpretada na sua grande maioria por uma das melhores e mais aclamadas bandas do indie rock mundial: os Arcade Fire (banda da qual Will Buttler faz parte). As músicas são perfeitas. Não consigo escolher a que gosto mais, porque cada uma tem pormenores que me deixaram surpreendida. Linda, linda esta banda sonora. Merece tanto este Óscar!! Aconselho vivamente a ouvirem!

 

Depois, o Óscar de Melhor Actor Principal.

Leonardo DiCaprio já está a merecer este óscar há um bom par de anos. Sinceramente, quando vi o Inception («A Origem», em português), esperava que DiCaprio conseguisse o prémio pela primeira vez mas nem chegou a ser nomeado. Fiquei estupefacta por tal não ter acontecido, a sério. Ele é um dos melhores actores de Hollywood e a grande maioria dos seus trabalhos são prova disso, uma vez que tem representado com excelência desde o primeiro filme que lhe valeu algum reconhecimento mediático, Romeu e Julieta. Sendo que a carreira do actor justifica (e muito!) a vitória, contrario todas as espectativas e digo que, por mim, este Óscar ia direitinho para as mãos de Leonardo DiCaprio.

 

 

E por último, o Óscar de Melhor Actor Secundário.

Este é o que me causa menos dúvidas de que irá ser entregue à pessoa certa. No entanto, e tendo em conta que imprevistos acontecem um pouco por todo o Mundo mas principalmente em Los Angeles em dia de cerimónia dos Óscares, considero imperativo que Jared Leto seja o eleito nesta categoria. O seu trabalho de preparação para «O Clube de Dallas» foi impressionante, o que resultou numa personagem construída de uma forma muito sólida. Merece e acho que, ao contrário dos anteriores, vai ser reconhecido!     

 

4 comentários

Comentar post