Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Few days on land

Um retrato do dia-a-dia de uma jovem de viagens quase sempre musicais e nem sempre coloridas.

Um mero desabafo

Hoje precisava de uma hora de silêncio. Mas silêncio absoluto mesmo. Sem ter de ouvir nada nem ninguém. Sem ouvir os vizinhos (particularmente a vizinha que não mora mesmo ao meu lado mas como acha que é uma cantora lírica se ouve em todo o lugar), os seus animais de estimação, os aviões, os carros... Sem ouvir os mais pequenos e insignificantes barulhos do funcionamento normal do mundo. Silêncio apenas. Mas pedir silêncio e pedir que o mundo compreenda o verdadeiro significado da palavra exaustão é pedir demais. Mas sim: exaustão é a única forma de descever isto. Uma grande, completa e total exaustão da existência.  

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.